X hits on this document

27 views

0 shares

0 downloads

0 comments

6 / 11

Diseño en Palermo. Encuentro Latinoamericano de Diseño.

A lingerie encaixa-se nesse papel de objeto enquanto produto e objeto. O objeto como indivíduo-mulher relaciona-se com os outros indivíduos: tem que se ostentar como visualidade. O fetichismo do objeto como produto de moda leva não só a uma idéia de desejo, mas de uso do desejo.

A concepção de uma linha de lingerie é muito mais complexa do que se imagina. O processo precisa atender não somente à necessidade, mas à vaidade e ao desejo da consumidora. Além disso, as confecções de moda íntima costumam buscar informações em várias fontes. Segundo o estilista Marleudo Costa, os desfiles da Victoria´s Secret são um dos principais lançadores de moda (DIÁRIO DO NORDESTE ON-LINE,

  • 2008)

    .

    • O

      processo de desenvolvimento da lingerie não atende mais só à

necessidade, utilizam-se recursos que atendem ao apelo visual da vaidade e do desejo da consumidora de obter e ter o produto.

A usabilidade da lingerie, atualmente, tem mais que uma razão, senão a do desejo de ter-se e ver-se como mulher, a mulher não-oprimida. E é essa usabilidade que o mercado de moda utiliza como ostentação para o público, um projeto de marketing em que as simbologias de uso, prático e conceitual constroem o marketing de moda para diferentes tipos de lingerie.

3 LINGERIE E TECNOLOGIA ATUAL

Ao surgir a lycra, a microfibra e outros tecidos, de formatos e texturas variados, cores e estampas diversas, os sutiãs transformaram-se e são hoje um produto de um determinado nível de sofisticação, com qualidade e conforto até então nunca percebidos. Atualmente, é possível adaptar seu formato a diversas funções e praticidades, desenvolvendo novos modelos que são criados para as mais variadas situações.

Passados os tempos dos espartilhos apertadíssimos e de quando as roupas íntimas tinham a função exclusiva de e s c o n d e r e p r o t e g e r a s p a r t e s s e x u a i s , a s p e ç a s d e l i n g e r i e , modelos. formas hoje, ganharam utilidades, novas e

Produzidas com tecidos ‘inteligentes’ [sic] e novas tecnologias, quebraram paradigmas, romperam com a imposição do recato e da submissão feminina e adotaram novos conceitos. Saíram do anonimato e já se sobrepõem com charme, beleza, sedução e conforto às peças do próprio vestuário (DIÁRIO DO NORDESTE ON-LINE, 2005).

Actas de Diseño. Facultad de Diseño y Comunicación. Universidad de Palermo. ISSN 1850-2032

Document info
Document views27
Page views27
Page last viewedSat Dec 10 11:33:45 UTC 2016
Pages11
Paragraphs111
Words4490

Comments