X hits on this document

Word document

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas ... - page 105 / 160

313 views

0 shares

0 downloads

0 comments

105 / 160

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas de Letras, Ciências Humanas e Ciências Sociais – Ano 03 Nº 05 – 2007

ISSN 1809-3264

A Análise de Eventos Comunicativos da Mídia: A Proposta de Fairclough

        Eventos comunicativos nascem da necessidade de alcançar certos objetivos. Tais objetivos, por sua vez, são realizados em ações sociais mediadas pelo discurso. Além disso, toda ação social discursiva pressupõe uma estrutura interna que não apenas faz parte do processo da atividade como também pressupõe a qual prática social determinada tal atividade faz parte. Fairclough (1995, p. 55) afirma que “qualquer uso [realização de ações sociais] que façamos da linguagem sob a forma de textos, simultaneamente constitui (1) identidades sociais; (2) relações sociais; (3) sistemas de conhecimento e crenças19”. Em outras palavras, o autor explica que qualquer prática social mediada pela linguagem contribui para a construção sociocultural de nossas relações interpessoais, nossa identidade e nossos comportamentos verbais e corporais além de influenciar em nossas crenças e opiniões. 20

        Para a análise de eventos comunicativos da mídia sob uma perspectiva crítica do discurso, Fairclough (1995, p. 57) propõe que entendamos que, “A análise crítica de um evento comunicativo é a análise das relações entre as três dimensões ou facetas de um evento, que chamo de texto, prática discursiva e prática sociocultural”.21.

Com base no autor podemos assim esquematizar sua proposta de análise em três dimensões inter-relacionáveis:

Texto

Prática Discursiva

Prática Social

Descrever léxico, gramática, coesão e estrutura.

Interpretar a intertextualidade e interdiscursividade. Investigar recursos de produção, distribuição e consumo de textos.

Explicar as hegemonias e ideologias que estão implícitas ou explícitas no discurso.

Tabela 2: Representação da proposta de Fairclough com base nas explicações de Meurer (2005).

        Antes de passarmos à próxima seção de cunho mais prático (já que se refere às possibilidades de aplicação didática dos gêneros publicidade e propaganda com base na revisão teórica aqui proposta), Meurer (2005, p. 106) discute a relevância do uso de gêneros e a compreensão da ACD como base teórica para o ensino de línguas. Segundo o autor,

a ACD permite aos [as] professores [as] encorajar seus [as] alunos [as] a observar que tipos de textos precedem e seguem o uso de determinado gênero específico e como ‘põem em ação’ formas de ver o mundo, identidades, relações, maneiras de construir e distribuir textos, refletindo ideologias e formas de poder.

19 Tradução do autor.

20 Ver por exemplo a inter-relação entre a teoria da Estrutura Social (Giddens, 1984) e Configuração Contextual proposta anteriormente.

21 Tradução do autor.

Document info
Document views313
Page views317
Page last viewedSat Dec 03 05:23:45 UTC 2016
Pages160
Paragraphs2338
Words79461

Comments