X hits on this document

Word document

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas ... - page 108 / 160

344 views

0 shares

0 downloads

0 comments

108 / 160

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas de Letras, Ciências Humanas e Ciências Sociais – Ano 03 Nº 05 – 2007

ISSN 1809-3264

Em cena a (hetero)homogeneidade  da língua: a tradicional perspectiva jurídica

Sônia Maria Cândido da Silva

UFPB/UEPB

Resumo: A discussão aqui permeia acerca da mudança e da variação das línguas numa perspectiva diacrônica. O objeto de investigação trata da herança clássica da linguagem jurídica, sendo avaliada na perspectiva da teoria da mudança da linguagem, ancorada por Coseriu (1979), Weinreich (2006), Lucchesi (2004), Faraco (1991) e Hora (2004). Os procedimentos da pesquisa dar-se-ão de pesquisa bibliográfica, cuja análise enfocará o pensamento ideológico da área do Direito em querer sustentar o axioma da homogeneidade. Nosso interesse é o de apontar para os profissionais de área que se deve levar em conta a lingua como um fato social, que há uma (i)regularidade de mudança nela como fenômeno ininterrupto, lento e gradual. Este processo fomenta a multiface das representações sociais nas atividades socioculturais.  

Palavras-chave: linguagem jurídica; variação lingüística; representação social

Abstract: The following is a diachronic study in the field of language change and variation whose investigative goal is to study the language used by those in the field of Law. The research will take as a point of departure previous bibliographical work done by such authors as Coseriu (1979), Weinreich (2006), Lucchesi (2004), Faraco (1991) and Hora (2004). The analysis focuses on ideological thought in the field of Law with an objective of wanting to sustain an axiom of homogeneity. Our objective is to show the professionals of the judiciary field that they should consider language as a social fact – that in it exist an irregularity / regularity of change in the form of a gradual uninterrupted phenomenon. This process will further the advance of a multifaceted social representation in socio-cultural activities.    

Key-words: juridical language; variation linguistic; social representation

1 Introdução

Os estudos lingüísticos históricos representam um grande avanço para refletir a tradição e a realidade do que se pode conceber sobre atividades de linguagem, Quanto à língua, à cultura e à sociedade, hoje, tem-se uma sociedade que se volta para atividades, cujo valor precípuo está no uso da linguagem, no saber como  colocar a palavra em funcionamento, na ação de pessoas interagindo verbalmente. Para tanto, utilizam-se das duas modalidades da língua verbal em diferentes contextos sociais, em situação de uso real. Mediante tal perspectiva, nota-se que o papel dessa fatia da lingüística: gramática histórica, dicionários etimológicos ou culturais, é mostrar que as línguas mudam com o passar do tempo, com as diferentes formas situações de fala, registros.

A partir dessa abordagem, é que se pretende aqui avaliar as implicações dos níveis de linguagem para o quotidiano na área do Direito. Isto numa perspectiva da teoria da mudança lingüística, ancorada por Lucchesi (2004), Faraco (1991), Bakhtin (1997), Weinreich (2006), Coseriu (1979), Hora (2004), numa tentativa de apontar a (i)regularidade da mudança da língua, assim como o fenômeno da heterogeneidade emergindo desse processo.

Há um interesse de destacar a análise num enfoque teórico e empírico, apontando algumas situações em que se encontra o profissional do Direito, especialmente, os que

Document info
Document views344
Page views348
Page last viewedMon Dec 05 03:46:03 UTC 2016
Pages160
Paragraphs2338
Words79461

Comments