X hits on this document

Word document

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas ... - page 127 / 160

339 views

0 shares

0 downloads

0 comments

127 / 160

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas de Letras, Ciências Humanas e Ciências Sociais – Ano 03 Nº 05 – 2007

ISSN 1809-3264

no questionário de compreensão de texto em relação ao grupo que leu no suporte impresso. Acreditou-se, desde o início da pesquisa, que o domínio da tecnologia e o desenvolvimento cognitivo dos leitores para a realização da leitura no suporte digital seriam habilidades que o grupo escolhido - jovens universitários - possui. Isso ficou comprovado com o resultado e com a análise das questões de interpretação de texto.

Os alunos não se sentiram desorientados nem sobrecarregados cognitivamente com a leitura do hipertexto, ou seja, eles não passaram os olhos simplesmente pelo texto; eles efetivamente o leram. No estudo de caso em questão, o hipertexto revelou-se eficaz para a compreensão.

Certamente, este trabalho tem mais valor pelas dúvidas que suscita do que pelas conclusões propriamente ditas.

O acesso à tecnologia e ao texto digital vem crescendo a cada dia.  A rapidez com que a tecnologia da informação e comunicação está crescendo tem despertado inúmeros estudos, porém, são estudos que necessitam serem aprofundados, dentre eles, os relativos a este trabalho de comparação da leitura em dois suportes: impresso e digital.

Pretende-se com este trabalho despertar estudos e pesquisas nesta área, pois alguns aspectos necessitam ser conhecidos e aprofundados, dentre eles, os que tenham os seguintes objetivos:

a) Comparar a leitura nos dois suportes - impresso e digital, porém, dando acesso ao leitor para que ele navegue livremente na rede, visto que esse acesso é uma característica importante do hipertexto.

b) Aplicar esse mesmo teste de leitura, dessa mesma forma, mas com leitores diferentes.

c) Fazer um teste comparando a leitura no suporte digital e impresso, entretanto, usando um site conhecido, ao invés de criar um com base em um texto impresso.

referências

COSCARELLI, Carla Viana. Da leitura de hipertexto: um diálogo com Rouet et alii. In: ARAÚJO, Júlio César; BIASI-RODRIGUES, Bernardete (orgs.). Interação na internet: novas formas de usar a linguagem. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005.

COSCARELI, Carla Viana. A leitura de hipertextos. In: I Encontro Nacional sobre hipertexto: desafios lingüísticos, literários e pedagógicos, 2005, Recife. [Anais] Conferências, Mesas Temáticas e Comunicações Orais. Recife: Universidade Federal de Pernambuco, 2005.

DEE-LUCAS, D. Effects of overview structure on study strategies and text representations for instructional hypertext. In: Rouet et al, 1996. Hypetext  and Cognition, Mahwah, NJ, Lawrence Erlbaum Associates.

DILLON, A.; GABBARD, R. Hypermedia as an educational technology: a review of the quantitative research literature on learner comprehension, control and style. Review of Educational Research, v. 68, n. 3, p. 322-349, 1998.

NELSON, T. Literary machines. Swathmore, PA : Self-published, 1981.

RAUEN, Fábio José. Roteiros de pesquisa. Rio do Sul, SC: Nova Era, 2006.

TAPIA, J. A. ; LÓPEZ, C. N. Problemas de compreensão na leitura: avaliação e intervenção. In: MONEREO, C., SOLÉ, I (Org.) O assessoramento pedagógico: uma perspectiva profissional e construtivista. Porto Alegre: Artmed, 2000.

Document info
Document views339
Page views343
Page last viewedSun Dec 04 22:27:52 UTC 2016
Pages160
Paragraphs2338
Words79461

Comments