X hits on this document

Word document

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas ... - page 31 / 160

397 views

0 shares

0 downloads

0 comments

31 / 160

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas de Letras, Ciências Humanas e Ciências Sociais – Ano 03 Nº 05 – 2007

ISSN 1809-3264

No filme “O Sorriso de Monalisa”6, as alunas que conseguiram as chaves, encontraram no jardim pratos cheios de guloseimas, possibilitando um olhar além do visível, do real, para as flores-sol de Van Gogh, viajaram dentro desse jardim e respiraram um ar diferente do que elas estavam acostumadas a respirar no colégio, lembrando-me de uma cena do filme ‘O Jardim Secreto’, que um amigo de Mary diz:  “[...] que este jardim não está morto, está tão vivo quanto nós [...]”. Mary acreditava que o jardim estava morto porque estava abandonado, conseqüentemente, educadores também acreditam que seus jardins estão mortos que não podem mais produzir novas metodologias em sala de aula. Houve uma mudança no pensar, no agir, a arte foi mediadora desse processo com a qual resgatou o que estava morto, petrificado nas aulas anteriores. Guloseimas essas que certamente muitos educandos estão impossibilitados de degustarem, pois muitos educadores estão oferecendo “o arroz com feijão”, isto é o básico.

No filme “Mentes Perigosas”7, a professora também possibilitou a entrada dos seus alunos intitulados “rebeldes sem causa” no seu jardim, com conseqüência deste ato, eles tornaram-se “amantes de poesias”. A protagonista em questão “uma bacharel em língua inglesa”, com a qual teve a missão de ensinar para essa turma que vivenciava outro tipo de linguagem diferente da esperada pela mesma.

Quando se quer fazer “diferença” na docência é necessário refletir em suas concepções metodológicas, em seus ideais: porque quero ensinar, o que vou ensinar, qual o tipo de aluno que quero para a sociedade, qual é o meu envolvimento com o compromisso educacional com a sociedade? Dá-se o desenvolvimento do processo ensino/aprendizagem pela arte, quando o educador enxerga seus alunos e as concepções metodológicas com outros olhos: um olhar além do possível, do real e do concreto.

Portanto, analisaremos um forte ponto primordial até aqui descrito, pois em todas as obras pesquisadas podemos observar que a confiança foi essencial na sala de aula, contudo podemos concluir que Mary mediou o caminho ao jardim para Colin, a confiança foi essencial também, pois Colin nem andar sabia, porque foi negada, pela governanta, a oportunidade; contudo, foi através do jardim que o garoto aprendeu a andar e descobriu uma nova vida, começou a olhar o mundo de outra forma, agora ele já não pensava que iria morrer, e o mais interessante acontecimento foi o encontro entre pai e filho no jardim, já que Colin não o conhecia.

Estabelecendo-se a relação, com ‘O Sorriso de Monalisa’, Watson também faz a mediação das alunas, quando as mesmas presenteiam-a com a reeleitura de Van Gogh, assim também Jonhson fez com seus alunos despertando o interesse pela poesia erudita no desafio “Dylan, Dylan”.

6 Filme norte-americano feito em 2003, com a duração de 117 minutos, recria a atmosfera e os costumes do início da década de 50. Conta a história de uma professora de arte que, educada na liberal Universidade Berkeley, na Califórnia, enfrenta uma escola feminina, tradicionalista – Wellesley College, onde as melhores e mais brilhantes jovens mulheres dos Estados Unidos recebem uma dispendiosa educação para se transformarem em cultas esposas e responsáveis mães. No filme, a professora irá tentar abrir a mente de suas alunas para um pensamento liberal, enfrentando a administração da escola e as próprias garotas. Julia Roberts, no filme, estimula as alunas a estudarem arte moderna, levando-as a um depósito em Boston para olharem um quadro de Jackson Pollock. Na realidade, porém, Wellesley foi uma das únicas instituições a permitir que as alunas estudassem arte moderna, começando com um curso de Arte moderna no final dos anos vinte, ministrado por Alfred Barr, Jr., que mais tarde fundou o Museu de Arte Moderna.

7 Michelle Pfeiffer , uma das mais populares atrizes de Hollywood, oferece-nos um poderoso desempenho como uma ex-Marine que decide ser professora de inglês, neste explosivo êxito aclamado pela crítica! Concretizando o seu sonho de leccionar, LouAnne Johnson (Pfeiffer) é colocada como professora de um grupo de rebeldes adolescentes que aceitam o insucesso como forma de vida. Determinada em ganhar-lhes a confiança e a fazer a diferença nas suas vidas, LouAnne não olha a meios para atingir fins aprendendo, no limite, algumas duras lições. Com uma fabulosa banda sonora e um talentoso elenco, MENTES PERIGOSAS é entretenimento garantido e, seguramente, um dos melhores filmes do ano.

Document info
Document views397
Page views401
Page last viewedFri Dec 09 10:31:58 UTC 2016
Pages160
Paragraphs2338
Words79461

Comments