X hits on this document

Word document

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas ... - page 56 / 160

392 views

0 shares

0 downloads

0 comments

56 / 160

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas de Letras, Ciências Humanas e Ciências Sociais – Ano 03 Nº 05 – 2007

ISSN 1809-3264

A arte retórica de Padre Antônio Vieira

Karina de Freitas Silva Fernández

RESUMO: Padre Antonio Vieira, no Sermão da Sexagésima, teoriza acerca da elaboração da retórica de um sermão que desejasse cumprir o objetivo de persuadir os seus ouvintes. Neste artigo, não apenas examinaremos os preceitos propostos por Vieira para a construção de um sermão, como também abordaremos a forma como o padre se apropria dessa estrutura retórico-argumentativa para fazer o seu próprio sermão.

Palavras-chave: persuasão – sermão – retórica

RESUMEN: Antonio Vieira, en el Sermón de la Sexagésima, teoriza sobre la elaboración de la retórica de un sermón que quisiese cumplir el objetivo de persuadir sus oyentes. En este artículo, no sólo examinaremos las reglas propuestas por Vieira para la construcción de un sermón, sino también trataremos la forma como el cura se apropia de esa estructura retórico-argumentativa para hacer su propio sermón.

Palabras-clave: persuasión – sermón – retórica

Introdução

A literatura barroca foi marcada por um momento de conflito, por uma tendência conciliatória de afirmação renascentista da capacidade individual (pensamento secular) e a exigência medieval de uma postura submissa diante de Deus e da Igreja ressuscitada pelo Concílio de Trento (pensamento cristão). Somado ao Concílio, o século XVII ainda assistiu, de um lado, à estabilização dos Estados Nacionais, à consolidação da Reforma na Inglaterra, ao grande momento do capitalismo mercantil e, de outro lado, acompanhou a fundação da Companhia de Jesus (1540) e a Contra-Reforma (tentativa de conciliar a novidade renascentista com a tradição religiosa que vinha da Idade Média). Das angústias de um ser humano atormentado por grandes dúvidas existenciais determinadas por acontecimentos político-sociais tão conflitantes, a arte da época acabou por desenvolver intensamente obras de temas religiosos.

No período colonial brasileiro, conforme aponta Domingues (2001), a atuação da Igreja foi marcada por dois posicionamentos conflitantes o que determinava um posicionamento dual por parte de seus sacerdotes. Por uma parte, havia uma postura sacerdotal, pois levavam adiante a missão profética de catequização dos indivíduos. Para tal, os pregadores usavam um discurso doutrinário (pregação do evangelho) e soteriológico (salvação das almas). Por outra parte, havia a posição política que justificava o plano de dominação da Igreja sobre os povos ainda não inseridos em sua doutrina. Neste caso, figuravam o discurso universalista (aumento da religião cristã) e o guerreiro (redução dos índios).

Nesse período, o púlpito cristão no período barroco se tornou um importante instrumento da retórica sagrada sempre intencionada a catequizar, a convencer e a doutrinar os ouvintes. Pe. Vieira, na galeria de oradores sacros, despontou como o grande pregador dessa época. Seu acervo literário privilegia o manuseio da expressão verbal,

Document info
Document views392
Page views396
Page last viewedFri Dec 09 02:40:42 UTC 2016
Pages160
Paragraphs2338
Words79461

Comments