X hits on this document

Word document

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas ... - page 95 / 160

338 views

0 shares

0 downloads

0 comments

95 / 160

Revista Querubim – revista eletrônica de trabalhos científicos nas áreas de Letras, Ciências Humanas e Ciências Sociais – Ano 03 Nº 05 – 2007

ISSN 1809-3264

O modelo que serve de parâmetro para o estudo de aquisição da linguagem no artigo de Flynn, mencionado anteriormente, é o de Chomsky.  De acordo com o teórico, todos os indivíduos estão uniformemente capacitados a adquirir língua devido à faculdade inata da linguagem, descrita também como ‘mecanismo de aquisição de linguagem’.  A criança, portanto, possui princípios inatos que irão guiá-la na tarefa de adquirir uma língua. Tais princípios constituem a chamada Gramática Universal (GU), que caracteriza a faculdade da linguagem como algo biologicamente determinado e necessário para a aquisição de uma primeira língua (L1).  

III. Ser/estar x to be – uma análise com base nos processos relacionais de Halliday

Nas orações relacionais existe uma relação entre duas entidades separadas.  Halliday (1994, 119) afirma que toda língua acomoda, em sua gramática, alguma construção sistemática dos processos relacionais.  O sistema da língua inglesa opera com três principais tipos, e cada um desses possui  dois modos distintos:

Modos

Tipos

(a) Atributivo

(b) Identificador

(1) Intensivo

Sarah is wise (Sarah é sábia)

Tom is the leader; the leader is Tom (Tom é o líder; o líder é Tom)

(2) Circunstancial

The fair is on a Tuesday (A feira é na Terça-feira)

Tomorrow is the 10th; the 10th is tomorrow (Amanhã é dia 10; dia 10 é amanhã)

(3) Possessivo

Peter has a piano (Peter tem um piano)

The piano’s is Peter’s; Peter’s is the piano (O piano é de Peter; de Peter é o piano)

HALLIDAY, 1994: 119

TIPOS

(1) Intensivo:x é/está a’

(2) Circunstancial:x está em, no(a), com, sobre etc. a

(3) Possessivo:x possui a

MODOS

(a) Atributivo:a é um atributo de x

(b) Identificador:a é a identidade de x

Neste trabalho os exemplos serão analisados somente conforme parâmetros dos processos intensivos nos modos atributivo e identificador.

Os processos relacionais intensivos caracterizam-se pela presença de dois grupos nominais – x e a.

No modo atributivo, uma qualidade (atributo) é atribuída a uma entidade (carregador), e o grupo nominal que funciona como atributo é indefinido, ou seja, possui tanto um adjetivo quanto um substantivo comum como núcleo e, se apropriado, um artigo indefinido.

No modo identificador, algum elemento possui uma identidade a ele atribuída.  Uma entidade é usada para identificar uma outra: ‘x é identificado por a’, ou ‘a serve para definir a identidade de x’.  O elemento x é nomeado identificado, e o elemento a, que serve como identidade, é nomeado identificador.

Document info
Document views338
Page views342
Page last viewedSun Dec 04 21:31:10 UTC 2016
Pages160
Paragraphs2338
Words79461

Comments