X hits on this document

181 views

0 shares

0 downloads

0 comments

40 / 51

intenso clima poético, nela está uma das mais refinadas realizações do canto italiano nessa fase de transição entre o Romantismo e o Verismo.

32 - PONTOS FRACOS

Ao lado disso, entretanto, não faltam alguns momentos banais, com acompanhamento orquestral rotineiro e o uso de recursos vocais estereotipados. As páginas dedicadas, no ato II, à condessa de Boissy são as que mais se ressentem disso. Como no Guarany, a melodia da “Dança do Tamoios”, em que pese sua elasticidade e o fato de vir envolta num ritmo de batuque, é música tipicamente italiana, usada para caracterizar os índios brasileiros. Mas no que tem de melhor, O Escravo dá exemplos impecáveis de perfeita correspondência entre a música e a ação cênica. O Prelúdio, bastante sintético mas de original colorido instrumental, abre-se com uma frase de tom bucólico do oboé, que dialoga brevemente com os violinos. Logo surge um novo tema com uma sucessão de intervalos de quinta, pouco usuais na ópera italiana da época, conduzindo ao expansivo tema que caracterizará Ilara, em que já há o tom típico da frase verista – de que Carlos Gomes é, sem dúvida alguma, o mais típico precursor. O retorno ligeiramente modificado do tema inicial finaliza a peça que, em Carlos Gomes: uma Obra em Foco, João Itiberê da Cunha assim descreve:

“Não é uma página sinfônica de grande imponência, mas toda ela de delicadeza, de boa sentimentalidade, com um leve cunho de orientalismo expresso na toada pastoral do oboé.”

Na opinião de Marcelo Conati,

“com Lo Schiavo, o ímpeto dramático de Gomes tende a atenuar-se; ele entra em uma fase reflexiva na qual o dinamismo do discurso musical se transforma em pintura de ambiente. O interesse, agora, redide primordialmente nas partes líricas; as dramáticas, embora não estejam privadas de eficiência, não atingem a intensidade de certas páginas da Fosca nem a imediateza que era uma das características do Guarany. A estrutura dramatúrgica apresenta carências que não são irrelevantes, principalmente na definição dos caracteres; mas algumas situações são bem conduzidas, com sentimento poético e resultados convincentes no plano da expressão teatral. A composição apresenta um equilíbrio geral, que lhe é conferido por uma certa organização estilística, o faz com o Escravo seja considerado, pela maioria dos estudiosos, uma das óperas mais bem-

Document info
Document views181
Page views181
Page last viewedSat Jan 21 08:33:49 UTC 2017
Pages51
Paragraphs319
Words20577

Comments