X hits on this document

145 views

0 shares

0 downloads

0 comments

6 / 51

apresentada em 14 de setembro de 1978, em Campinas, sob a regência de Benito Juarez, com Niza de Castro Tank, Luís Tenaglia e Alcides Costa (registro que, antes, só existia nos selos pirata Anna e Voce).

Quanto à Joana de Flandres, há vários musicólogos trabalhando em sua restauração. Recebi, em maio de 2002, do mineiro Luís Aguiar, a informação de que esse trabalho estava pronto e tinham-se iniciado as negociações com a Funarte e a Escola Nacional de Música para que dela fosse feita uma gravação. Desde então, porém, nenhum desdobramento ocorreu. Em Joana de Flandres: Introdução à Pesquisa – material gentilmente cedido pelo autor – Aguiar relata todos os passos da localização e edição do material.

Também em 2002 foi publicado, pela Unisys, dentro do Projeto Memória da Ópera Brasileira, Joana de Flandres: História de uma Ópera, em que Achille Picchi e Fábio Gomes de Oliveira relataram o seu trabalho com a recuperação da partitura. Na ocasião do lançamento, foi realizado um concerto, na Sala São Paulo, sob a regência de Gomes de Oliveira, com a apresentação de trechos selecionados da ópera. Na mesma época, foi informado que também Marcus Góes estava fazendo o trabalho de edição da segunda ópera de Carlos Gomes.

Extenso levantamento de todas as gravações de obras do compositor brasileiro foi feito, em 1992, por Sérgio Nepomuceno Correa em Carlos Gomes: uma Discografia (Editora da Unicamp), fonte muito rica de informações. Nesse valioso trabalho, o leitor encontrará todas as referências sobre discos com árias ou trechos instrumentais isolados e seleções. Também o segundo volume da Enciclopédia da Música Brasileira (Art Editora Ltda) traz, às páginas 842/843, a lista das gravações comerciais de aberturas, árias e canções existentes até 1977, data de sua publicação.

4- INÍCIO DA CARREIRA EM MILÃO

D. Pedro II queria mandar Carlos Gomes estudar na Alemanha mas, por sugestão da imperatriz Teresa Cristina, que era napolitana, a sede dos estudos foi transferida para Milão, para onde o jovem partiu em 9 de dezembro de 1863. Ser estrangeiro e ter ultrapassado o limite de idade – ele já estava com 27 anos – tornaram impossível a matrícula no Conservatório de Milão. Mas os recursos que a bolsa lhe facultava, e o talento que demonstrou fizeram com que o diretor dessa escola, o compositor Lauro Rossi

Document info
Document views145
Page views145
Page last viewedFri Dec 09 08:01:33 UTC 2016
Pages51
Paragraphs319
Words20577

Comments