X hits on this document

116 views

0 shares

0 downloads

0 comments

30 / 40

Sintagmas — Professora Ana Vellasco

brilhar

onde?

como

por quê ?

As gotas de água brilham à luz do sol.

As gotas de água brilham intensamente.

As gotas brilham por causa do sol.

viver

onde?

como?

As plantas carnívoras vivem em locais úmidos.

As plantas carnívoras vivem constantemente com fome.

acordar

quando?

onde ?

por quê ?

João acordou às dez horas.

João acordou no meio da praça.

João acordou com o barulho das crianças.

sair

quando?

onde ?

como ?

João saiu às dez horas.

João saiu de casa.

João saiu com pressa.

Texto 6

As praias e as ondas

Praia não serve apenas para tomar banho de mar. Serve também de defesa para os terrenos do continente, continuamente atacados pelo mar. Embora não reparemos nisso, os grãos de areia estão sempre em movimento, levados de um lado para outro pelas ondas. Mas enquanto as ondas fazem isso, elas deixam de destruir casas, avenidas, jardins que ficam logo depois da faixa de areia. Deve haver, portanto, espaço suficiente para as ondas se esparramarem sem alcançar as construções.

Durante as ressacas, ou tempestades do mar, as ondas sobem mais do que o habitual e acabam carregando mais areia do que quando o mar está fraquinho. Essa areia toda é levada da parte alta da praia para dentro do mar, sendo depositada ao largo da zona de arrebentação.

Passada a tempestade, voltam as ondas características de tempo bom e o nível médio do mar desce. A areia passa a ser depositada na parte alta da praia, recompondo sua forma original. As ondas são capazes também de levar os grãos de areia de um lado para o outro, ao longo do comprimento da praia.

Na verdade, quando um banco de areia cresce quase a olhos vistos, ou quando uma mancha de óleo passa pela embocadura de um rio, ou ainda quando sai de uma lagoa um cheiro forte e desagradável, estamos diante de diversos processos que resultam tanto da ação da própria natureza -- tamanho das ondas, nível do mar, correntes marinhas, tipo de sedimentos etc. -- quanto da ação do homem.

Deve haver um equilíbrio entre a capacidade que as ondas têm de transportar areia e a quantidade de grãos disponíveis para serem transportados. Se alguma coisa interferir nesse processo, pode haver desequilíbrio, isto é, erosão (falta de areia) ou assoreamento (sobra de areia).

(Texto extraído da Revista Ciência Hoje das Crianças)

Comentário sobre o texto 6

Document info
Document views116
Page views117
Page last viewedSat Dec 10 08:00:06 UTC 2016
Pages40
Paragraphs1386
Words15238

Comments