X hits on this document

Word document

3. HOMOSSEXUAIS SÃO ATROPELADOS NO RIO - page 43 / 47

207 views

0 shares

2 downloads

0 comments

43 / 47

No município de Viseu, no Pará, na 14º Zona Eleitoral, pretendem impugnar a candidatura de Maria Eulina Rabelo de Souza Fernandes (PFL), que concorre a prefeitura pela coligação (PFL, PP, PRTB, PTB, PV, PRP e PcdoB), sob a alegação de suposta um homoafetiva entre candidata e prefeita do município Astride Maria Cunha e Silva, a ação foi proposto pelo vereador Dilermando Junior Fernandes Lhamas (PRP), Isaias José Neto, motorista e Luiz Amin Fernandes, empresário, afirmaram que esta estava inelegível em decorrência da sua convivência em regime de união estável com a prefeita atual Astride, configurando parentesco entre a candidata e a prefeita, ferindo o 3º artigo da lei 64/90. [Fonte: O Liberal, Belém/Pa, 15-7-2004]

4. CAIXA NEGA FINANCIAMENTO PARA LÉSBICAS

A própria Caixa Econômica federal cria, através das portarias internas, problemas burocráticos, que impedem duas pessoas do mesmo sexo adquirir financiamento de casa própria. Duas pessoas do mesmo sexo, só podem arrumar um financiamento se forem amigas. Uma lésbica para o problema da caixa econômica federal, Sueli D'Almas conta que foi a Caixa Econômica Federal ver a possibilidade de um financiamento para a casa própria. Disseram que não financiam para pessoas do mesmo sexo. Então não estou podendo comprovar uma renda adequada para um financiamento decente que me possibilite comprar uma casa.  [Fonte: Léo Mendes - Sec. Adjunto Ilga-Lac Brasil e Tesoureiro ABGLT, Goiânia/Go, 20/2/2004]

5. ATITUDE HOMO E LESBOFÓBICA DA CANDIDATURA DE JOSÉ FOGAÇA POA.

Aproveito para denunciar publicamente a violência homofóbica dos simpatizantes do candidato José Fogaça, que ontem à tarde, invadiram o Comitê Central da Frente Popular, quebrando vidros, atirando pedras contra a militância do PT e gritando "Raul é ladrão e Maria sapatão!!" ...(isso pq o núcleo LGBT é atuante e nossa bandeira é vista e temos materiais específicos da majoritária desde o primeiro turno).  [Fonte: Mirian Weber, mirianweber@yahoo.com.br, Arquivo GGB, 25/10/2004]

6. SEPARAÇÃO E VIOLÊNCIA ENTRE LÉSBICAS EM LONDRINA

Por favor, peço aos demais advogados ou bacharéis da lista que nos ajudem a resolver a situação desta jovem que me parece bastante necessitada de atenção num ambiente o qual vem sendo muito atacado por fanáticos como vem sendo comentando nos casos do interior do Paraná, sendo ela de Londrina, acho que precisamos dar uma atenção maior aquele interior também, pois tenho recebido muitas queixas de que fanáticos evangélicos tem derramado homofobia e ajuda com outras intenções por lá, no caso da moça acredito ser algo merecedor de maior apoio pois existem tentativas de suicídio por parte da amante, caso possam me ajudar tb ficarei grato, obrigado e um abraço.

Meu nome é Ana Marta, moro em Londrina - PR, curso o 2ºP. do curso de Direito. Estou muito abalada, gostaria de esclarecer algumas dúvidas, pois tenho receio em perguntar aos meus professores, já que há muito preconceito. A minha vida virou de cabeça para baixo, vou contar a história: Sou homossexual, conheci minha ex-companheira há 04 anos atrás, e quando fomos morar juntas, não tínhamos nada além de contas, eu vendi o meu computador e comprei nossa geladeira e freezer e algumas coisinhas. Trabalhava com venda de computadores, depois fiz banho e tosa (informalmente), me sujeitei a fazer o que eu nunca tinha feito só para não faltar nada pra gente e também contribuir com a minha parte na relação. Ela é funcionária pública e sempre ganhou mais do que eu, porém, estava endividada, limpou o nome e a partir daí começamos a progredir. Estávamos pagando o Financiamento do carro que após três longos anos, termina agora no mês de Dezembro/2004. Compramos através de financiamento uma casa. Comecei a trabalhar em um novo emprego que ganhava melhor, mas mesmo assim, trabalhava com Banho e Tosa paralelamente ao meu emprego, até que o meu salário melhorou um pouco e parei de lavar e secar cachorros os que me desencadeou dor nas juntas. Como sou terceirizada, já passei por três empresas e delas recebi os respectivos acertos, sempre entregaram na mão dela, que por sua vez falava que era para o nosso progresso e a reforma de algumas coisas na casa. Fomos até a loja Bordgnhon aqui em Londrina e através do meu acerto, podemos dar uma boa entrada para a reforma, escolhi o piso, os Tijolinhos de Vidro para a cozinha, os Lustres para a casa, tudo como havíamos sonhado. Além disso, vendi os meus materiais de Banho&Tosa e contribui para a compra de materiais da obra. Deixei de fazer a minha plástica no seio (mamoplastia) para economizar, pagar o carro, ajudar a pagar prestações deixei de às vezes comer um lanche ou jantar em um restaurante, só para concretizar o sonho que sempre achei mais gostoso a "DOIS", ou melhor a "DUAS". E quando entramos em atrito, comecei a querer colocar algo como "DE FATO\", já que não temos "DE DIREITO" ela sempre protelando, isso nos desgastou um pouco. CONCLUSÃO: Brigamos, ou seja, quase nos agarramos no ambiente de nosso trabalho (no estacionamento), e a partir desse dia, fui proibida de entrar na casa, ela para fugir da vergonha (se internou em uma clínica) e de lá não saiu desde 13/10/2004. Sentiu saudades e me procurou no meu emprego através de ligação, eu não quis atender, ligou para a minha mãe querendo em passar a senha da clínica para que eu fosse visitá-la (a minha mãe nem quis saber a senha), então ela ligou para a minha prima e pediu que ela ligasse para mim, eu não quis sabe de falar com ela, pois estava e estou muito magoada, então ouvi dizer que ela tentou suicídio nesta mesma noite na clínica das palmeiras aqui em Londrina. Ela antes disso, já  havia mandado que eu saísse da casa e entregasse a chave do carro na empresa, pois estava tudo no nome dela. A família dela veio do RS para Londrina e começou a dizer para as pessoas que eu havia retirado objetos da casa que nem sequer eles conheciam como era. A empregada da casa ligou para a minha mãe e disse que a mãe e as duas irmãs queimaram os meus livros, diários, objetos pessoais e principalmente os meus livros,

Document info
Document views207
Page views210
Page last viewedMon Jan 23 06:41:39 UTC 2017
Pages47
Paragraphs457
Words45288

Comments