X hits on this document

285 views

0 shares

0 downloads

0 comments

118 / 120

118

arquitetura, definido na ABNT - NBR 13532 ou, na ausência desse, deve compor o projeto executivo de arquitetura.

Projeto de impermeabilização: conjunto de in- formações gráficas e descritivas que definem inte- gralmente as características de todos os sistemas de impermeabilização empregados em uma dada construção, de forma a orientar inequivocamente a produção dos mesmos. O projeto de impermeabili- zação é constituído de dois projetos que se comple- mentam: projeto básico e projeto executivo.

Projeto executivo de impermeabilização: con- junto de informações gráficas e descritivas que, baseado no projeto básico de impermeabilização, detalham e especificam integramente e de forma inequívoca, todos os sistemas de impermeabiliza- ção a serem empregados numa dada construção. Pelas suas características, é um projeto especializa- do e pode ser feito após o projeto legal de arqui- tetura (PL-ARQ, conforme caracterizado na ABNT

  • -

    NBR 13532), mas antes do início da execução das

fundações da construção.

Proteção Mecânica: etapa do sistema de imperme- abilização executada após a aplicação do produto impermeabilizante. Pode ser uma argamassa de ci- mento e areia, camada de argila expandida ou um jardim. É necessária para a preservação das carac- terísticas do produto impermeabilizante. Alguns im- permeabilizantes dispensam a proteção mecânica, como a Lwarflex Alumínio Manta Asfáltica.

Regularização: etapa inicial do sistema de imper- meabilização. Consiste na preparação da superfície a ser impermeabilizada com argamassa de cimento e areia.

Resina sintética: polímeros ou monômeros disper- sos na forma líquida ou em pó, subseqüentemente curados, para conferir propriedades impermeabili- zantes.

Revestimento impermeável com aditivo hidrófu- go: tipo de impermeabilização não industrializada, aplicada em substrato de concreto ou alvenaria, constituída de areia, cimento, aditivo hidrófugo e água, formando um revestimento com propriedades impermeabilizantes.

Revestimento impermeável cimentício modifica- do com polímero: tipo de impermeabilização não

industrializada, aplicada em substrato de concreto ou alvenaria, constituída de agregados minerais inertes, ci- mento e polímeros adequados, formando um revestimen- to com propriedades impermeabilizantes.

Sistema de impermeabilização: conjunto de produtos e serviços destinados a conferir estanqueidade a partes de uma construção.

Sobreposição: superposição das extremidades da man- ta ou armadura para efeito de execução das emendas.

Solução asfáltica elastomérica: dissolução de asfalto elastomérico em solventes orgânicos.

Tecido: fibras de origem natural ou sintética que sofreram um processo de fiação ou tecelagem.

rinca: abertura ocasionada por ruptura de um material ou componente superior a 0,5mm e inferior a 1mm.

Umidade do solo: água existente no solo,absorvida e/ou adsorvida pelas partículas do mesmo.

Véu de fibras de vidro: material utilizado como arma- dura, obtido pela aglutinação de fibras longas de vidro de diâmetro uniforme e distribuídas multidirecionalmente.

Vulcanização: processo de cura que visa a conferir pro- priedades intrínsecas aos elastômeros.

Document info
Document views285
Page views285
Page last viewedThu Dec 08 12:23:56 UTC 2016
Pages120
Paragraphs2459
Words27482

Comments